Agricultura Jogo Suplementar 66 lâminas preparadas para microscópio MG7560

peronospora parasitica míldio de crucíferas
peronospora parasitica míldio de crucíferas
  1. Plasmodiophora brassicae, causador de hérnia das crucíferas, células hospedeiras com esporos;
  2. Synchytrium endobioticum, bolor negro da batata, s.t. tecido infectado;
  3. Plasmopara viticola, míldio penugento de uva, folha infectada, s.t.;
  4. Peronospora parasitica, míldio de crucíferas, conídio;
  5. Albugo candida (Cystopus), Ferrugem branca de crucíferas, conídio e etapas sexuais em Capsella s.t.;
  6. Rhizopus ou Mucor, micélio e esporângio u.i.;
  7. Exoascus pruni (Taphrina), bolsos de ameixa, s.t. com asco;
  8. Erysiphe pannosa, míldio de rosa, folha infectada com conídio s.t.;
  9. Uncinula necator (Oidium Tuckeri), míldio de uvas, s.t.;
  10. Sphaerotheca mors uvae, míldio de groselha espinhosa, peritécio s.t.;
  11. Claviceps purpurea, esclerótio s.t.;
  12. Sclerotinia fructigena (Monilia), fruto doente com conídio s.t.;
  13. Rhytisma acerinum, mancha de piche do bordo, s.t. com esclerótio;
  14. Venturia pirinum (Fusicladium), doença de pele da pêra, s.t. Conídio;
  15. Ustilago zeae, ferrugem, s.t. de pústula em tecido hospedeiro;
  16. Botrytis allii, bolor cinza de cebolas, s.t.;
  17. Puccinia graminis, uredinia em folha de trigo causando ferrugem vermelha s.t.;
  18. Puccinia graminis, s.t. de telia em trigo causando ferrugem preta;
  19. Puccinia graminis, aécio ou picnídio em s.t. de folha;
  20. Gymnosporangium sabinae, ferrugem da pera, secção do picnídio em folha s.t.;
  21. Pulmão tuberculoso de vaca s.t.;
  22. Bacillus anthracis, causa esplenite, esfregaço corado para bactéria;
  23. Bacterium erysipelatos, morrinha vermelha, esfregaço corado para bactéria;
  24. Trypanosoma equiperdum, causando dourine em cavalos, esfregaço de sangue mostrando parasitas;
  25. Eimeria stiedae, causador da coccidiosis, s.t. de fígado de coelho infectado;
  26. Fasciola hepatica, verme de fígado, ovo u.i.;
  27. Taenia, tênia, proglótides s.t.;
  28. Ascaris megalocephala, verme de cavalo, s.t. de fêmea adulta na região do meio corpo;
  29. Trichinella spiralis, larva encistado em músculo s.l.;
  30. Pinheiro (Pinus), folhas sadias, s.t.;
  31. Pinheiro (Pinus) folhas danificadas por ação de chuva ácida s.t.;
  32. Abeto (Abies), folhas sadias, s.t.;
  33. Abeto (Abies), ponta de caule danificada s.t.;
  34. Faia (Fagus), folhas sadias, s.t.;
  35. Faia (Fagus), s.t. de folhas com epiderme destruída e cloroplastos;
  36. Rhytisma acerinum, mancha de piche do bôrdo, consequência da monocultura;
  37. Primeira queda de folha, causada por degelo de sal;
  38. Líquen saudável, indicador de ar puro;
  39. Líquen danificado devido a poluição do ar;
  40. Madeira sã de faia, s.t.;
  41. Madeira destruída por fungo;
  42. Polyporus, fungo, corpo de frutificação, s.t.;
  43. Nódulos de raiz de Alnus, com bactéria simbiôntica;
  44. Besouro (Cryphalus picea), larva s.t.;
  45. Madeira com anéis anuais normais, s.t.;
  46. Madeira com anéis anuais estreitos anômalos causados por seca, s.t.;
  47. Casca com galerias larvais de besouro de abeto vermelho, s.t.;
  48. Irritação parecida a um abacaxi em abeto vermelho causada por piolhos, s.t.;
  49. Irritação em carvalho causada por insetos, s.t.;
  50. Bactérias de solo acidófilo, solução de metais pesados;
  51. Bactérias de nitrito, formatando substâncias nitrogenosas perigosas;
  52. Raiz de Faia com micorriza ectotrófica, s.t.;
  53. Raiz de Vidoeiro com micorriza ectotrófica parcial, s.t.;
  54. Raiz de Lupino com bactéria simbiôntica fixadora de nitrogênio;
  55. Nervura reticulada, porção de folha decídua;
  56. Mostarda (Sinapis), s.t. de caule. Planta usada como adubo verde;
  57. Bactéria do solo (Bacillus megatherium), esfregaço;
  58. Hifas de raiz de fungo, s.t.;
  59. Grãos de pólen de diferentes tipos de gramíneas;
  60. Cogumelo (Xerocomus), micélio;
  61. Raiz de salgueiro (Salix), plantação para proteção contra erosão;
  62. Minhoca (Lumbricus) s.t., causadora de melhora no solo;
  63. Colembola, (Collembola), u.i.;
  64. Ácaro de solo florestal, u.i.;
  65. Constituintes de solo de humo;
  66. Constituintes de solo turfoso;

66 lâminas preparadas para microscópio MG7560

As lâminas preparadas para microscópio de alta qualidade da LIEDER são fabricadas em laboratórios próprios na Alemanha sob rigoroso controle de qualidade e científico, nos tamanhos 26 x 76 mm (1 x 3 polegadas), com os melhores vidros e bordas perfeitas. São utilizados somente materiais histológicos de alta qualidade, a aplicação de técnicas de coloração e colagem especiais garantem uma representação clara, multicolorida de todas as estruturas dos tecidos. Todas as lâminas preparadas da LIEDER são fornecidas com etiquetas em português.

Abreviaturas:
s.t. = secção transversal;
s.l. = secção longitudinal;
u.i. = unidade integral;

Deixe um comentário